Seguidores

quarta-feira, 29 de abril de 2015

NUNO LOBITO – O Caminho Faz-se a Andar

Autografo de Nuno Lobito.



“De nada serve sonhar se não caminharmos, por isso… O Caminho Faz-se a Andar”

A história de um homem invulgar que, em busca de um sonho, visitou todos os países do mundo!


Do fotógrafo Nuno Lobito diz-se ser um dos portugueses mais viajados. Correu mundo, visitou todos os países reconhecidos pelas Nações Unidas e mais onze que não o são. O Caminho Faz-se a Andar é o seu quarto livro, onde fala precisamente desta experiência que é ter estado pelos quatro cantos do globo. Muita aventura se encontrará encerrada nas páginas deste volume. São quase três décadas a palmilhar terras desconhecidas, perigos corridos, emoções sentidas, lições aprendidas.
Por fim, concretizou-se um sonho antigo. Conforme declarou ao Público, num artigo de 2012, quando era criança decidiu que um dia havia de visitar todos os países. E conseguiu-o no dia em que chegou à Islândia.
A obra é mais do que uma crónica de viagens, é uma auto-biografia, apesar de no caso de uma pessoa que vive para fotografar e viajar os limites se tornem ténues.








Cedo percebi que não queria deixar que a vida, simplesmente, acontecesse: queria fazer parte dela. Deixei a zona de conforto onde, frequentemente, nos instalamos e saí por esse mundo. Viajei para conhecer o mundo e registá-lo para dar a conhecer aquilo que, raramente, vemos: a verdadeira essência do ser humano. Viajei por muito, pouco, ou algum tempo; demorei-me onde sentia em casa.
“O Caminho faz-se a Andar”, é uma história de vida.

É desta forma que o fotógrafo e viajante Nuno Lobito nos apresenta o seu livro, uma autobiografia de 30 anos de mundo e de viagens.




24 comentários:

  1. Bom dia
    E, muitos parabéns pela excelente postagem!

    Tenha um excelente dia.
    beijos

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. Uma bela caminhada nesse livro recheado de lindas fotos e tantas experiências! LINDA indicação! abraços,chica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É realmente um livro com bastantes e sugestivas fotos para viagens.

      Eliminar
  3. Obrigada pela indicação do livro.
    Adorei as fotos,pois deve nos levar a grandes caminhadas.
    Um ótimo dia Francisco.
    bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade ao ver as fotos dá vontade de agarrar na mochila e viajar por esse mundo fora.

      Eliminar
  4. Olá Francisco
    Com estas lindas fotos desta caminhada de grandes experiências ficamos a pensar que sair da zona de conforto resulta em riquíssima experiencia de vida. Gostei da reportagem que você fez ao nos apresentar essa primorosa obra
    Um lindo dia para você
    Beijos

    ResponderEliminar
  5. Olá Francisco,
    Obrigada pela dica do livro.
    Amei as fotos!
    Gostei da sua participação na Frase Fofura, amigo
    Obrigadão!
    Um forte abraço de
    Verena e Bichinhos

    ResponderEliminar
  6. O Caminho faz-se a Andar e é andando que faz-se o caminho. Bela indicação Francisco. Com certeza alcançará um grande sucesso.

    Abraços,

    Furtado.

    ResponderEliminar
  7. Olá Francisco!
    Fotos muito interessantes. Deve ser incrível ter viajado tanto, entrar em contacto com tantos povos diferentes...Quem me dera!
    Achei piada nos passaportes que devem ter tanto carimbo!..:-)
    Já vi muitas fotos do Nuno Lobito, mas este livro está mesmo na minha "mira".
    Obrigada pelo post. Ainda não tinha ouvido falar deste livro.
    xx

    ResponderEliminar
  8. Que linda sugestão de leitura, adoro viajar, ainda não saí do meu imenso País, mas o conheço, pelo menos nos lugares turísticos, de norte a sul!
    Lindas fotos e experiências de vida!
    Amei ler e ver amigo Francisco!
    Abraços!

    ResponderEliminar
  9. Olá Francisco,
    Não conhecia as caminhadas deste português Nuno Lobito, fiquei bastante curiosa.
    Boas leituras e beijocas.

    ResponderEliminar
  10. Caminhar e não desistir, no caso de Nuno Lobito, viajar correr mundo, sem destino ou obrigação, em direçcão do desconhecido, enfrentando adversidades, convivendo com outras culturas, ilustradas por fotos maravilhosas, que dão asas à nossa imaginação e são também histórias de vida.
    Vou já por os pés no caminho...
    Um abraço,
    Jorge

    ResponderEliminar
  11. Não conhecia, mas fiquei cheia de vontade de ler!

    r: Muito, muito obrigada

    ResponderEliminar
  12. Como o caminho faz-se a andar, assim vamos conhecendo obras que se vão construindo.
    "..demorei-me onde sentia em casa."
    Que bom isso.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  13. Ainda não conheço a obra mas, já ouvi falar do autor. Fico curiosa...
    Bjs

    ResponderEliminar
  14. Oi Francisco,
    São exatamente 23,37h, estou esperando chegar meia noite para tomar o último comprimido do dia.
    Esse livro, com certeza, é muito bom, pois uma pessoa que deixa o conforto de um lar e sai fotografando pelo mundo, merece vender todos os seus livros.
    É um homem que sabe o que quer e não se deixa influenciar e não se importa em comer só um pedaço de pão só para deixar registrada a sua história.
    E quem não tem sua história, se for imprimir em livros uns irão ser fininhos e insignificantes e ficarão sem muita procura, outros irão ser grossos e sua tiragem será o maior sucesso.
    Assim é a vida quando uma pessoa não interessa mais, simplesmente a colocamos à escanteio, ainda bem que lá no céu os últimos serão os primeiros.
    Espero que esteja dormindo...sonhando com a consciência que Deus a deu.
    Mesmo com o blog fechado, estarei sempre por aqui
    Abç

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado minha amiga pelo seu precioso comentário, pois esta noite não estive no computador, pois estive a ler, a acabar um livro de um autor cubano Leonardo Padura "O Homem que Gostava de Cães" estava curioso por saber como acabava o livro, e só acabei a leitura já perto das 04.00 da manhã.
      Dormi pouco mas valeu a pena.
      Um abraço, as melhoras e um bom 1º de Maio.

      Eliminar
  15. Bom dia Francisco.
    Gostei muito do que fala do autor e do livro, parece uma leitura muito interessante. Ele fez certíssimo, correu atras do seu sonho e conheceu o mundo. Um lindo dia meu amigo.
    Abraços

    ResponderEliminar
  16. r: Agradeço imenso, é bom ler isso!
    Obrigada e igualmente*

    ResponderEliminar
  17. oi Francisco,

    muito bom te conhecer,e conhecer esse seu pedacinho de chão...
    adorei sua indicação,as fotos são tão convidativas que estou quase fazendo a minha mala...

    obrigada pelas visitas!!!

    beijinhos

    ResponderEliminar
  18. “De nada serve sonhar se não caminharmos, por isso… O Caminho Faz-se a Andar”

    Eis algo aí muito verdadeiro e intenso...
    Bela postagem!!!
    Tenhas um bom dia!!!

    Beijos e beijos

    http://simplesmentelilly.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  19. Oi, Francisco!
    Admirável al proposta do livro e a de vida desse fotógrafo/escritor. Não ficar raízes em canto algum é somente para almas livres.
    Beijus,

    ResponderEliminar
  20. Título muito sugestivo, Francisco!
    Viajar traz muito aprendizado... Gosto demais de ler e viajar!

    Abraços

    ResponderEliminar
  21. Admiro pessoas como o Nuno Lobito...Se fosse jovem, acho que também partiria mundo fora...
    Bjo, Francisco :)

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...