Seguidores

quinta-feira, 23 de abril de 2015

Dia Mundial do Livro

San Juan de la Cruz


Estátua em bronze de San Juan de la Cruz numa praça no centro histórico de Ávila em Espanha.

San Juan de la Cruz padroeiro dos poetas de língua espanhola.


San Juan de la Cruz ou São João da Cruz, foi uma figura espanhola da espiritualidade cristã, nascido em 1542 em Fontiveros perto de Ávila e falecido em 1591, consagrou-se, com Santa Teresa d'Ávila, à formação dos Carmelitas Descalços e à direcção espiritual de religiosos seculares. Os seus princípios reformadores levaram-no à prisão e é nesse período que escreve os seus primeiros versos. Canonizado em 1726, foi declarado doutor dada Igreja em 1926.

Igreja em 1926.

29 comentários:

  1. Bom dia
    Venho agradecer o seu carinho ao meu blogue. Vou tentar estar atenta às novidades do seu.
    Beijos

    ResponderEliminar
  2. Olá Francisco,
    Que bom é enriquecer um pouco mais a nossa cultura. Gostei do teu post.
    Boas leituras e um abraço.

    ResponderEliminar
  3. Lindo e bem ilustrado e s.João da Cruz sempre interessante ler! abraços,chica

    ResponderEliminar
  4. Olá Francisco,agradeço a sua visita em meu espaço.
    Ler é sempre muito bom e enriqueça a noss' alma.
    Obrigada por nos compartilhar tudo sobre literatura.
    bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  5. Olá Francisco
    O seu blog é um manancial inesgotável de cultura. É um prazer passar aqui e ler seus posts incríveis
    Gostei de agregar mais este conhecimento ao meu saber
    Tenha um ótimo dia
    Um abraço

    ResponderEliminar
  6. Parece ser um livro muito bom, Francisco! Vou procurá-lo...

    Um abraço

    ResponderEliminar
  7. Existe um ditado espanhol que defende que não nos devemos deitar sem ter aprendido alguma coisa durante o dia, e é o que estou a fazer neste momento. Acho que já tinha ouvido falar de São João da Cruz, mas não fazia ideia que tivesse sido poeta e que é o padroeiro dos poetas espanhóis.
    E é bonito o poema lá em cima.
    Obrigada, Francisco. Belo post!
    xx

    ResponderEliminar
  8. Olá Francisco,
    Adorei sua narrativa falando do santo poeta São João da Cruz.
    Aumentei e li o poema: lindo.
    Obrigada por mais essa bela postagem.
    Beijos

    ResponderEliminar
  9. Bom dia Francisco.
    Depois que conheci o seu espaço estou aprendendo muito, não vou nem dizer aumentando o meu conhecimento, mas aprendendo mesmo rsrs, são postagem de um conhecimento incrível. Nunca tinha ouvido falar de São João da Cruz, por ai percebe a minha falta de cultura literária rsrs. Obrigada pela sua amizade, muito bom interagir com uma pessoa como você. Um lindo dia. Abraços.

    ResponderEliminar
  10. Francisco, que linda postagem, amei ler um dos belos poemas de San Juan de la Cruz, bela escolha para homenagear o Dia Mundial do Livro!
    Lindo por aqui, obrigada pelo seu carinho lá no meu espaço, sua visita muito me alegra!
    Abraços apertados meu novo amigo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi um Santo e escritor que tomei conhecimento dele quando estive de visita a Ávila, uma cidade espanhola muito interessante e muito rica culturalmente.
      Um abraço e um bom fim de semana para a minha amiga.

      Eliminar
  11. Francisco,

    Já ouvi falar sobre a beleza desse livro, mas ainda não o li.
    Muito bem lembrando São João da Cruz, no Dia Mundial do Livro.
    Seu blog é maravilhoso. Quanta sabedoria, adquirimos aqui.
    Abraços

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É um livro muito interessante mas temos que ter em conta que foi escrito no século XVI.
      Um abraço e um bom fim de semana.

      Eliminar
  12. Realmente é lindissimo! Adoro livros :)

    xoxo, Sofia Pinto

    Morning Dreams

    ResponderEliminar
  13. Que homenagem linda!
    Gostei muito de ler e já estou a seguir seu Blog.
    Um abraço e agradecida por sua visita.

    ResponderEliminar
  14. Oi Francisco,
    Ficou com vergonha de completar a frase." O beijo sai da alma e deixa nosso corpo tremer de "DESEJOS.kkk".
    Enquanto o corpo treme a vida segue bem...
    Beijos

    ResponderEliminar
  15. Oi Francisco,
    Obrigada pelo carinho da sua visita.
    Beijos

    ResponderEliminar
  16. Não conhecia, obrigada pela partilha!

    r: Acho que é também por isso que gosto tanto dele: parece um livro para crianças, mas adequa-se a qualquer faixa etária. A mensagem que carrega é transversal e acho que é daqueles livros que todos deveríamos ler.

    Obrigada e igualmente*

    ResponderEliminar
  17. Gostei muito deste post, especialmente porque fiquei a conhecer um poeta que desconhecia.
    Já estive em Ávila (até passei lá uma noite...) mas não vi a estátua de São João da Cruz. De resto, os meus conhecimentos de poesia em língua espanhola são muito fracos, confesso. Exceptuando Pablo Neruda (chileno, portanto de língua espanhola...) que conheço muito bem... os restantes só muito por alto.

    Votos de bom fim de semana.
    Um abraço
    MIGUEL / ÉS A MINHA DEUSA

    ResponderEliminar
  18. Oii...
    Vim agradecer a visitinha que você fez em meu blog, Obrigada!
    Esse lugar parece ser incrível! Gostei! Aliás, tudo que tem relação com a divulgação da cultura, é sempre bem-vindo!
    Bom Domingo!
    Beijinhos ;**
    Leitora Online

    Facebook | Instagram | Twitter

    ResponderEliminar
  19. Que incrível história , quando preso começa a se inspirar a escrever.
    Abraço e bom domingo.

    http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  20. Oi Francisco,
    Fui mal com você?
    Desculpa, tá?
    Abç

    ResponderEliminar
  21. Desde que visito esta página saio daqui a conhecer algo mais. Nas últimas horas até andei na «net» a pesquisar sobre santos, mas não me lembro ter lido sobre São João da Cruz, o padroeiro dos poetas de língua espanhola. Obrigada e tenha um resto de domingo bom.

    ResponderEliminar

  22. Buen trabajo. Nos haces recordar tiempos de estudio.

    saludos

    · LMA · & · CR ·


    ResponderEliminar
  23. Por vezes conhece-se o Santo e esquece-se o homem ou mulher que que os transformaram em "doutores".
    Um blog que fazia falta
    Obrigada pela vista!
    Ab

    ResponderEliminar
  24. Oi, Francisco!
    Na minha cidade natal tem um convento das irmãs carmelitas que frequentei à época da preparação pra a primeira comunhão. Tomei conhecimento da vida de São João da Cruz que foi iniciado pelos jesuítas, mas era muito austero e julgo que seu sofrimento foi como uma punição, algo como que para ser santo é preciso sofrer.
    Bom restinho de domingo!

    ResponderEliminar
  25. 23 de Abril


    Hoje o livro é saudado mundialmente
    Que sem dúvida esse objeto merece
    Nenhum artefato fez mais pela gente
    Então para ele elevamos uma prece.

    Viva o livro, tão pródigo, tão modesto
    Mesmo que existam outras maneiras
    De informar sobre conquistas e o resto.
    Esse que já foi cremado em fogueiras.

    Meios eletrônicos vieram para ficar
    Porém, livro continua na prateleira
    Pois algo jamais ocupará seu lugar.

    Então, tirem de seu livros a poeira
    Sente-se numa cadeira de espaldar
    Leiam-nos debaixo de uma figueira.

    ResponderEliminar
  26. Francisco , gostei demais do post . Obrigada por me apresentar poema de São João da Cruz . Abraços

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...