Seguidores

quarta-feira, 31 de março de 2010

CABRAL ADÃO - Panorâmica "Poemas a Setúbal"



Livro Livro de 1963 com dedicatória ao meu pai dada pelo autor e amigo, companheiro de muitas viagens e acampamentos escutistas por esse Mundo fora Dr. Luís Cabral Adão.

Não há um rio na minha terra!..
Só a três léguas, pra cada lado.
Mas eis que a vida aqui me desterra
Pra me dar um – o meu terno Sado !

Rio tranquilo, rio do Sul,
De águas puras como um cristal.
Doutro não sei, mais claro e azul,
Rio mais belo de Portugal!!!

…………

E quando, à noite, o luar se abata
No Sado azul, preguiçoso, terno,
Todo ele é salva de nívea prata
Pra as alianças dum amor eterno!

=========================================

Luís Cabral Adão nasceu em Vila Flor, Trás-os-Montes, no dia 24 de Junho de 1910, tendo falecido em Almada a 6 de Agosto de 1992.
Licenciou-se pela Faculdade de Medicina do Porto, vindo a especializar-se em Estomatologia, múnus que exerceu com aprumo, saber e eficiência em Setúbal, Alcácer do Sal e Almada.
Foi um dos fundadores da Arcádia da Fonte do Anjo, a que presidiu e onde se salientou como principal dinamizador dessa agremiação literária que havia de disseminar a excelência do fenómeno poético entre as gentes do espaço circundante da "Cidade do Rio Azul".

Bibliografia:
Flores do Rio Azul - Prosa - 1953
Paisagens do Norte - Prosa - 1954
As Flores do Arrozal - Opúsculo - 1955
Meu Liceu, Minha Saudade - Versos - 1948 e 1978
Gineceu - Versos - 1958
Panorâmica, Setúbal - Versos - 1958
Vila Flor - Versos - 1966
Plectro a Jesus - Versos - 1971
O Homem da Terra - Prosa – 1986

1 comentário:

  1. Parabens Francisco por este espaço que estou fascinada....então este chamou-me atenção e muito especial..Dr. Cabral Adão...um grande amigo...
    um abraço

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...