Seguidores

domingo, 6 de agosto de 2017

Sado - Rui Canas Gaspar

Dedicatória no Livro Sado do escritor e amigo Rui Canas Gaspar.

"Para o meu velho amigo Francisco Oliveira com votos de refrescante leitura do mosso Sado"

O livro, de 200 páginas, tem uma fotografia de capa da autoria de Eugénio Buchinho que mostra o espectáculo de fogo-de-artifício sobre o rio, a partir de Setúbal, na última noite de passagem de ano.

O conhecido autor setubalense Rui Canas Gaspar lançou o seu mais recente livro, com um “conjunto de histórias, vivências e factos” relacionados com o rio Sado, na Casa da Baía no dia 08 de Julho ao final da tarde, perante uma plateia com mais de 60 pessoas. Este é já o décimo primeiro livro do autor no espaço de seis anos.

A obra, que aborda a história do rio Sado sobre diversos prismas, desde a sua origem à fixação dos povos ao longo dos séculos, a vida selvagem, a ligação do rio com a cidade e com a margem esquerda de Tróia e a exploração económica, é fruto do “trabalho de campo” desenvolvido pelo autor. “Resulta da minha experiência de ir ao terreno e de falar com as pessoas que governaram a sua vida no Sado, desde o homem que apanha os chocos, à senhora que trabalhou nas ostras e na apanha do sal e que hoje trabalha na piscicultura”, exemplificou Rui Canas Gaspar ao DIÁRIO DA REGIÃO.

O autor explicou também porque razão o narrador do livro é o próprio rio personificado. “Achei que seria interessante ser o Sado a contar a sua própria história de vida”, disse, frisando que esta é uma obra baseada em factos e que ainda assim não deixa de enquadrar “algumas lendas, como a lenda dos golfinhos do Sado”.

O rio, cuja nascente se localiza na Serra da Vigia, em Ourique, tem 180 quilómetros de comprimento e é o único, a par do Rio Mira, em Odemira, que corre de sul para norte, desaguando no Oceano Atlântico. Nessa perspectiva, também é referida a relação do rio com a Baía de Setúbal, que integra o Clube das Mais Belas Baías do Mundo desde 2002.

Rui Canas Gaspar pretende que esta obra sirva um propósito “pedagógico”, transmitindo conhecimento aos setubalenses para que cuidem melhor do património natural, e ao mesmo tempo de promoção do turismo, numa altura em que “Setúbal está a viver uma revolução que é pôr os setubalenses novamente virados para o rio”, afirmou.
Texto: https://diariodaregiao.pt/2017/07/09/rui-canas-gaspar-lanca-livro-sobre-o-rio-sado/

“Sado” é o décimo primeiro livro lançado por Rui Canas Gaspar, nascido e criado nas margens do Sado há 69 anos e o grande impulsionador do grupo “Coisas de Setúbal”
 Apresentação pela Drª. Paula Borrego.
O autor a apresentar o seu mais recente livro "Sado"
Aqui estou eu na fila à espera de falar com o amigo e escritor para ser agraciado com uma dedicatória.
Algumas palavras e troca de recordações de bons momentos que vivemos no escutismo.

34 comentários:

  1. Que bom ter amigos assim Francisco!
    Bjs e um feliz domingo.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  2. Por certo...bons momentos e obrigada pela partilha!!! Bj

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foram realmente bons momentos, é sempre bom rever amigos.
      Um abraço.

      Eliminar
  3. Parece-me bem interessante, este livro :)

    beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Mais uma sugestão que registo com todo o agrado.
    Aquele abraço, boa semana

    ResponderEliminar
  5. Francisco que livro maravilhoso a capa é linda, valeu a pena enfrentar a fila pra falar com o escritor, Francisco abraços.
    http://www.lucimarmoreira.com/

    ResponderEliminar
  6. Pela apresentação que fazes, sem sombra de dúvidas, trata-se de um bom livro. Belo trabalho Francisco!

    Abraços,

    Furtado

    ResponderEliminar
  7. Uma bela sugestão de leitura. Sucesso!!!

    ResponderEliminar
  8. Olá Francisco! Passando para te cumprimentar e desejar uma ótima semana para ti e para os teus.

    Abraços,

    Furtado

    ResponderEliminar
  9. Não conhecia este escritor, que se "farta" de publicar livros, mas para além do prazer que isso lhe deve proporcionar, deve ter público para eles e não só setubalenses, obviamente.

    O Rio Sado, historicamente, sempre teve muita importância, talvez mais, do que propriamente o Tejo (sim, não estou a esquecer os Descobrimentos Portugueses) e haja quem dele fale e o dê a conhecer.

    Entre amigos e escuteiros, tudo é tão fácil e bom.

    Abraços para ambos e boas vendas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade minha amiga o Rio Sado tem um grande e rico passado histórico, foi neste Rio que São Francisco Xavier embarcou para o oriente.
      Um abraço.

      Eliminar
  10. Oi Francisco,
    Estou só respondendo, pois estou doente e pelo jeito tá difícil, não tem cura.
    Adoro comprar livros comprei muitos dos portugueses, só que fica muito caro.
    Abraços
    Lua Singular

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Espero que melhor e recupere rapidamente minha amiga.
      Um abraço.

      Eliminar
  11. Francisco , sua didática publicação é sempre bem-vinda .
    Obrigada , mais uma vez .
    Abraços

    ResponderEliminar
  12. Amigo Francisco! Mais uma vez, aqui passando para desejar uma semana com muito amor, saúde e paz para ti e para os teus.

    Abraços,

    Furtado

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado amigo Rosemildo e desejo-lhe também muita paz saúde e amor.

      Eliminar
  13. Nunca li nada deste autor
    Abraço e boa semana

    ResponderEliminar
  14. Sempre inolvidáveis estes momentos, amigo! É sempre um orgulho ver um amigo a editar livros. A terra que o viu nascer, só pode estar duplamente vaidosa: é um autor da terra e um divulgador da sua cultura, civilização e identidade(s).
    Bjinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade é um imenso prazer ver um amigo publicar um livro.
      Um abraço.

      Eliminar
  15. Olá Francisco! Mais uma vez passando para te cumprimentar e desejar muita paz, saúde e felicidades para ti e para os teus.

    Abraços,

    Furtado

    ResponderEliminar
  16. Hoje estou passando somente para matar
    essa saudade tão doida dos ultimos tempos.
    E comigo veio uma frase do querido padre
    Fabio de Melo...
    Se pela força da distância você se ausenta,
    pela força que há na saudade você voltará...
    Um carinhoso abraço beijos.
    Evanir.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...