Seguidores

segunda-feira, 1 de maio de 2017

A Casa de Papel de Carlos María Domínguez




“(…) vivia sozinho na casa da rua Cuareim e devorava quantos livros lhe chegavam às mãos juntamente com inumeráveis pacotes de pastilhas e caramelos que se espalhavam pelo chão dos quartos. O hábito dos caramelos substituía o dos cigarros, que os médicos lhe tinham proibido, e era tão viciante quanto a sua paixão pelos livros, reunidos em compridas estantes que ocupavam os quartos, do chão ao tecto, de ponta a ponta; empilhavam-se na cozinha, na casa de banho, e também no quarto de dormir. Não o original, porque daí fora desalojado, mas no sótão para onde tinha ido dormir, ao lado de uma pequena casa de banho. A parede da escada que até lá conduzia também estava carregada de livros, e a literatura francesa do século XIX velava, digamos, o seu escasso sono.” (Págs.32/33)


“A casa de banho tinha livros em todas as paredes menos na do duche, e se não se estragavam era porque deixara de tomar banho com água quente para evitar o vapor. De Verão ou de Inverno, os duches dele eram de água fria.” (Pág.33)


Sinopse:

“Os livros mudam o destino das pessoas: Hemingway incutiu em muitos o seu famoso espírito aventureiro; os intrépidos mosqueteiros de Dumas abalaram as vidas emocionais de um sem-número de leitores; Demian, de Hermann Hesse, apresentou o hinduísmo a milhares de jovens; muitos outros foram arrancados às malhas do suicídio por um vulgar livro de cozinha. Bluma Lennon foi uma das vítimas da Literatura. 
Na Primavera de 1998, Bluma, uma lindíssima professora de Cambridge, acaba de comprar um livro de poemas de Emily Dickinson quando é atropelada. Após a sua morte, um colega e ex-amante recebe um exemplar de A Linha da Sombra, de Joseph Conrad, em que Bluma escrevera uma misteriosa dedicatória. Intrigado, parte numa busca que o leva a Buenos Aires com o objectivo de procurar pistas sobre a identidade e o destino de um obscuro mas dedicado bibliófilo e a sua intrigante ligação com Bluma. 

A Casa de Papel é um romance excepcional sobre o amor desmesurado pelas bibliotecas e pela literatura. Uma envolvente intriga policial e metafísica que envolve o leitor numa viagem de descoberta e deslumbramento perante os estranhos vínculos entre a realidade e a ficção.”

Um livro apaixonante que li e reli e aconselho vivamente.


Carlos María Domínguez (1955) é argentino, mas reside desde 1989 em Montevideu. Romancista, crítico literário e jornalista, publicou anteriormente dois romances, três biografias e vários livros de investigação jornalística, um dos quais lhe valeu o Prémio Nacional do Ministério de Educação e Cultura do Uruguai. A Casa de Papel obteve o prémio "Lolita Rubial" e está traduzido para inglês, francês, italiano, alemão e holandês.

38 comentários:

  1. Não conhecia mas vou gostar!!! Levo a sugestão ... Bj

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tenho a certeza de que vai gostar e divertir-se a ler este excelente livro.
      Um abraço.

      Eliminar
  2. bela e interessante postagem! Adorei

    Beijos e uma excelente semana.

    ResponderEliminar
  3. Deve ser realmente uma leitura apaixonante Francisco.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É um livro apaixonante que aconselho a sua leitura.
      Um abraço.

      Eliminar
  4. Parabéns Francisco! Belo trabalho este este que fazes na divulgação de bons livros.

    Abraços,

    Furtado

    ResponderEliminar
  5. Olá Francisco
    Deve ser um ótimo livro. Abraços.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um livro muito interessante e divertido que aconselho vivamente.
      Um abraço.

      Eliminar
  6. a literatura argentina é de elevado nível, sem dúvida
    não apenas em ficção, mas também em poesia

    abraço amigo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tem toda a razão meu amigo e basta lembrar José Luis Borges.
      Um abraço.

      Eliminar
  7. Olá, tudo bem?
    Parece ser um livro interessante, além de fazer uma intertetualidade com grandes clássicos que tenho vontade de ler.
    Beijos
    http://amandastale.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aconselho a sua leitura, não se vai arrepender.
      Um abraço.

      Eliminar
  8. Todas as partilhas são notáveis mas esta cria um apetite "desmesurado". Vou anotar...
    Bj, Francisco 👏

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tenho a certeza que vai gostar deste livro minha amiga e ainda por cima lê-se muito bem e rapidamente pois tem poucas paginas, é um daqueles livros que desejava-mos que tivesse muito mais paginas.
      Um abraço.

      Eliminar
  9. Não conhecia mas gostei do "som" desta historia e do estilo, vou procurar em versao inglesa. !!! Obrigada pela sugestão. Bfds

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vale a pena minha amiga e penso que está traduzido para inglês.
      Um abraço e obrigado pelo comentário.

      Eliminar
  10. Já o li há alguns anos. Gostei muito deste livro.
    um beijinho e um bom Domingo
    Gábi

    ResponderEliminar
  11. Mais uma sugestão que registo com agrado.
    Aquele abraço, boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esta é mesmo para registar amigo Pedro e não se vai arrepender.
      Um abraço.

      Eliminar
  12. Olá Francisco
    Que paixão por livros, acho que é vicio, parece eu com
    minhas plantinhas.
    Abraço.

    http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  13. Olá Francisco! Passando para te cumprimentar e desejar uma ótima semana para ti e para os teus.

    Abraços,

    Furtado

    ResponderEliminar
  14. Olá, tudo bem?
    Nossa, mais um livro que tem como tema livro, acho bem interessante.
    Beijos
    http://amandastale.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gosto bastante de livros que falam ou fazem alusão a outros livros, já li bastantes livros por referência de outros livros e não me dei mal.
      Um abraço.

      Eliminar
  15. Que história interessante! Livros sobre livros costumam ser incríveis, fiquei bem interessada na leitura.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo um livro muito interessante se tiver oportunidade aconselho a sua leitura.
      Um abraço.

      Eliminar
  16. Francisco , gosto muito de suas indicações . Vou ler este livro , com certeza . Obrigada . Abraços .

    ResponderEliminar
  17. Oi Francisco! Mais uma vez, aqui me faço presente para desejar uma semana com muita saúde, paz e felicidades para ti e família.

    Abraços,

    Furtado

    ResponderEliminar
  18. Pois é, amigo Francisco, mesmo estando tão próximo do Uruguai, não conhecia esse escritor, que, pelo que li na sua postagem, deve ser uma boa leitura. Vou procurar o livro, traduzido ou no original.
    Um abraço,
    Pedro

    ResponderEliminar
  19. Oi Francisco
    Pedindo o livro de Portugal fica muito caro, vou ver pelo nome do livro se tem no Brasil
    Adoro ler
    Tenho duas estantes lotadas de livros
    Abraços
    Lua Singular

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...