Seguidores

quinta-feira, 19 de março de 2015

LIVROS V

Livros e leituras na livraria A das Artes em Sines em mais um serão literário.

Amar!

Eu quero amar, amar perdidamente! 
Amar só por amar: Aqui... além... 

Mais Este e Aquele, o Outro e toda a gente... 

Amar! Amar! E não amar ninguém! 

Recordar? Esquecer? Indiferente!... 
Prender ou desprender? É mal? É bem? 
Quem disser que se pode amar alguém 
Durante a vida inteira é porque mente! 

Há uma Primavera em cada vida: 
É preciso cantá-la assim florida, 
Pois se Deus nos deu voz, foi pra cantar! 

E se um dia hei de ser pó, cinza e nada 
Que seja a minha noite uma alvorada, 
Que me saiba perder... pra me encontrar... 

Florbela Espanca, in "Charneca em Flor" 

19 comentários:


  1. Ah... Florbela...
    Que delícia!

    Muito bonita a fotografia... (e a fotografada)
    Até me fez transportar até à contemporaneidade da escritora.

    Um beijinho presente e no presente
    (^^)

    ResponderEliminar
  2. O objectivo era mesmo esse, mergulhar no passado e reviver a poesia de Florbela Espanca dita pela”própria”.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  3. Oi Francisco,
    Eu não acredito no amor entre homem e mulher e sim um bem querer e uma grande paixão até se extinguir.
    Com certeza, o único amor verdadeiro é aquele que desprendemos aos nossos filhos.
    Posso estar errada, mas é nisso que acredito.
    Mas, tudo é fantasia no começo.
    Beijos no coração
    Lua Singular

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Dorli,
      Esta forma de amar descrita no poema pela Florbela Espanca foi como a sua vida, de apenas trinta e seis anos, plena, embora tumultuosa, inquieta e cheia de sofrimentos íntimos que a autora soube transformar em poesia da mais alta qualidade.
      Um abraço.

      Eliminar
  4. Muito lindo texto! Belo post!
    Abraços mil

    http://simplesmentelilly.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  5. Poesia linda e deve ter sido um belo momento esse sarau! abraços,chica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi realmente um sarau muito bem passado.
      Um abraço e bom fim de semana.

      Eliminar
  6. Boa tarde, lembrar Florbela Espanca é necessário, parabéns para o organizador o evento.
    AG

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa tarde amigo, é sempre bom visitar e revisitar Florbela Espanca.
      Um abraço e uma boa semana.

      Eliminar
  7. Olá, Francisco

    Uma passagem rápida apenas para desejar um excelente fim-de-semana.
    Um abraço
    MIGUEL / ÉS A MINHA DEUSA

    PS – Te aguardo no próximo dia 24
    PS, PS - ADORO Florbela Espanca.

    ResponderEliminar
  8. Oi Francisco,
    Seu comentário no meu canto foi muito importante. Agradeço.
    Beijos no coração
    Lua Singular

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Visitar o seu cantinho é sempre um prazer.
      Um abraço e uma boa semana.

      Eliminar
  9. E continuamos numa de cultura na livraria em Sines.
    Um soneto de Florbela Espanca, talvez o mais conhecido, declamado e cantado. O amor é a mola real do mundo, sem dúvida alguma!

    Hoje, Dia Mundial da Poesia, Florbela está no pódio das poetisas portuguesas.

    Abraço e bom fim de semana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esta livraria felizmente que nos dá verdadeiros "banhos" de cultura, que continuem assim por bons anos.
      Um abraço e uma boa semana.

      Eliminar
  10. Francisco,

    Uma bela poesia, apesar de ser cheia de sofrimentos.
    Amando ler os seus posts.
    Uma linda semana! Abraços

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado minha amiga pela sua visita ao meu blog, é sempre bem vinda.
      Um abraço e uma boa semana.

      Eliminar
  11. Maravilhosa poesia,de facto,uma excelente postagem,até breve!!

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...